Notícias › 11/06/2018

Ordem Franciscana ‘se muda’ para o Quênia

(Érika Augusto) – São Paulo (SP) – De  12 e 28 de junho, cerca de 60 frades de diversas partes do mundo estarão reunidos para o Conselho Plenário da Ordem dos Frades Menores (CPO), que acontecerá na cidade de Nairóbi, no Quênia.  “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz… aos Frades Menores hoje” (cf. Ap 2,7) é o tema escolhido para este Plenário.

Do Brasil, participam três frades: Frei Alvaci Mendes da Luz, da Província da Imaculada Conceição, e Frei Wellington Jean, da Província Santo Antônio, são os representantes da Conferência dos Frades Menores do Brasil (CFMB). Frei Fabiano Satler, da Província Santa Cruz, participa como convidado do Governo Geral. O último CPO aconteceu em 2013, na Polônia,  e reuniu 43 frades. Deste encontro, surgiu o documento “Vinhos novos em odres novos”, publicado em 2014. O CPO é uma espécie de capítulo intermediário, que acontece entre os Capítulos Gerais da Ordem.

Segundo o site da Ordem dos Frades Menores, o CPO quer ser uma ocasião importante de escuta, que permita abrir sempre melhor os ouvidos para acolher a voz de Deus a tudo o que Ele quer  dizer hoje aos frades: “Queremos escutar e discernir sua vontade para deixarmo-nos guiar por seus caminhos. Além disso, queremos nos escutar reciprocamente entre os frades, conhecer e aprofundar as mudanças em vigor na sociedade e na Igreja em todos os continentes, em qualquer lugar onde estamos presentes como Ordem, para poder dar nossa resposta, adaptada aos diversos contextos culturais e eclesiais em que nos encontramos e vivemos nossa vida de testemunho e missão”.

Frei Alvaci Mendes da Luz, único participante desta Província, participa pela primeira vez do CPO e partilha sua alegria e gratidão ao participar deste encontro. “Para mim é uma experiência única, gratificante, onde tentarei contribuir com aquilo que posso e aquilo que conheço de nossa Província e da realidade do nosso país. Para mim é uma experiência única poder compartilhar com tantos frades do mundo inteiro, com tantas experiências e poder somar com os freis no Conselho e sugerir ideias para o Governo Geral e para o próximo Capítulo Geral”, adiantou. O último Capítulo Geral aconteceu em 2015 e o próximo acontecerá em 2021.

Sobre a preparação, Frei Alvaci conta que foram enviadas perguntas às Conferências e, a partir das respostas, tem-se uma visão geral da Ordem em nível mundial. “A ideia é fazer um panorama da Ordem de um modo geral, quais as realidades, como a Ordem vive hoje, a realidade eclesial nas Conferências e a realidade de presença dos frades. Foi pedido que cada um dos frades delegados elaborassem um ver-julgar-agir de todas as Conferências no mundo”, explica.

O programa do CPO 

No primeiro dia, através da contribuição de especialistas, será oferecido um panorama geral sobre os diversos aspectos do mundo e da Igreja hoje. As outras sessões serão dedicadas às apresentações dos conselheiros das Conferências da Ordem dos Frades Menores, oferecendo reciprocamente um tempo de escuta aos representantes dos continentes, de onde surgirá uma troca de ideias em  grupos e plenário.

Este trabalho de escuta e troca de ideias será sintetizado, com o objetivo de oferecer indicações e orientações que o Ministro Geral e o Definitório entregarão à Ordem através de um documento final publicado após o CPO.

Frei Alvaci conta que o objetivo principal do CPO é conhecer a realidade dos Frades Menores no mundo de hoje, como vivem e qual é a presença dos frades em cada continente. O encontro também dará as diretrizes de animação da Ordem para o triênio 2018-2021 e levantará as temáticas importantes para o próximo Capítulo Geral em 2021.

Fonte: http://franciscanos.org.br/?p=162537

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.