Notícias › 07/03/2018

Festa da Penha começa no dia 1º de abril

Com o tema “Virgem da Penha, minha alegria”, tem início no dia 1º de abril (domingo) o Oitavário da Festa da Penha, as celebrações preparatórias para a grande festa da Padroeira do Espírito Santo, no dia 9 de abril. Mais de 1,5 milhão de peregrinos é esperado no tradicional Convento da Penha, que foi erguido pelos franciscanos em 1558. “A missão do Convento se estende para além do aspecto devocional, supera os espaços dos exercícios de piedade, amplifica a dimensão da penitência e da romaria. O Convento, ao longo do tempo, foi convertido no ícone da identidade do povo capixaba; não erra quem diz que todo capixaba tem uma parte do Convento no seu coração. Tais elementos justificam o gigantismo da Festa da Penha”, diz o guardião do Convento, Frei Paulo Pereira.

O tema deste ano foi tirado do hino composto por Frei Alfredo Setaro e Padre João Lírio Tagliarico há 60 anos. A festa, tradicional pelas suas romarias, acontecerá de 1º a 9 de abril de 2018.

Este ano, a Festa da Penha terá onze romarias e uma Remaria, entre elas a tradicional Romaria dos Homens, que tem a maior participação de todo o Oitavário. A Romaria dos Homens nasceu em 1958 e não tem similar no mundo, principalmente pelo expressivo número de mais de 500 mil participantes que percorrem 14 quilômetros, entoando cânticos e orações. É realizada no primeiro sábado após a Páscoa, à noite, saindo da praça da Catedral Metropolitana de Vitória até o Parque da Prainha, quando se dá a Celebração Eucarística por volta das 23h30. Por trás de todas as romarias e celebrações está um ‘exército’ de voluntários. “Pode-se afirmar que a alma da Festa da Penha tem a marca da boa vontade e do generoso serviço”, explica Frei Paulo.

A Festa da Penha é a maior manifestação religiosa do Espírito Santo e a terceira maior festa religiosa do país, atrás apenas da festa da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, no estado de São Paulo, e a do Círio de Nazaré, em Belém, no Pará.

Ao contrário da palavra novena, muito comum na liturgia, a palavra oitavário não é muito conhecida. O oitavário acontece em vista da grande festa de Nossa Senhora das 7 Alegrias, que é celebrada na segunda-feira após a oitava da Páscoa.

Fonte: http://www.franciscanos.org.br/?p=153518

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com