Espiritualidade › 18/04/2018

Curso de mariologia para embaixadores da Santa Sé

O “Curso de mariologia para os diplomatas da Santa Sé” é bem mais do que um simples seminário de conhecimentos: representa uma etapa significativa da ação global da Igreja para favorecer as razões do diálogo em nível mundial e contrastar a “guerra fragmentar”, que se insinua em grandes áreas mundiais.

Cidade do Vaticano

Na segunda-feira, 16 de abril, realizou-se um curso de mariologia para os embaixadores da Santa Sé, um evento finalizado a abrir um percurso entre a Academia Mariana e o Corpo Diplomático para encontrar juntos, novos caminhos para um crescimento mais harmonioso e pacífico. O curso foi realizado na Antonianum, a Universidade Católica dos Frades Menores Franciscanos com sede em Roma, a mesma sede da PAMI (Pontifícia Academia Mariana Internationalis), instituição pontifícia fundada pelos franciscanos, que constitui o elo de ligação entre todos os cultores de mariologia: católicos, ortodoxos e protestantes. O curso foi ministrado pelo padre Stefano Cecchin, presidente da PAMI.

Respeito e convivência pacífica

Os diplomatas – observa padre Cecchin – têm um importante papel de mediação política. Nós franciscanos – prossegue – trabalhamos na recuperação da “dimensão feminina” não apenas no âmbito da religião e da devoção, mas também na prática da vida diária, da qual a política constitui uma indispensável exigência relacional para garantir a igualdade social e o respeito da dignidade humana. A alma e o corpo não são duas mônadas separadas entre si, mas duas entidades unidas pelo altíssimo desígnio da Criação. A partir da aceitação desses conceitos deriva o respeito recíproco das culturas e a capacidade de estabelecer uma convivência pacífica.

Etapa significativa

O “Curso de mariologia para os diplomatas da Santa Sé” é bem mais do que um simples seminário de conhecimentos: representa uma etapa significativa da ação global da Igreja para favorecer as razões do diálogo em nível mundial e contrastar a “guerra fragmentar”, que se insinua em grandes áreas mundiais. É uma iniciativa de caráter internacional fortemente baseada na realidade atual e, ao mesmo tempo, inspirada no programa de Papa Francisco da “Igreja em saída”. Também confirma a estreita colaboração entre o Antonianum e a Academia Mariana marcado pelo vínculo comum franciscano e pela responsabilidade que comporta tal vínculo nesta complexa fase de transição histórica.

A cerimônia de conclusão

A cerimônia de conclusão dos dois percursos de formação – Cátedra de filosofia latino-americana e Curso de mariologia para embaixadores – será no dia 24 de maio, com um congresso final no qual serão premiados os embaixadores. Na ocasião serão apresentadas todas as iniciativas conjuntas que nasceram deste percurso. O solene ato acadêmico contará com a presença do cardeal Oscar Rodríguez Maradiaga, e os embaixadores receberão não só o prêmio pela participação na iniciativa de formação, mas também a condecoração de sócio honorário da Pontifícia Academia Mariana Internacional.

 

Fonte: https://www.vaticannews.va/pt/vaticano/news/2018-04/curso-de-mariologia-para-embaixadores-da-santa-se.html

 

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com