Notícias › 27/06/2018

CPO – Ministro geral – sem movimento espiritual ou estrutural não haverá conversão

É difícil acreditar que haja apenas dois dias até o Conselho Plenário chegar ao fim! Enquanto nos preparamos para deixar Nairóbi, a grande questão que nos perguntamos é: o que acontecerá a seguir?

O propósito do Conselho Plenário, conforme expresso no artigo 194 das Constituições Gerais é ajudar o Ministro Geral e seu Definitório a governar e inspirar a Ordem, para melhorar as relações entre entidades, aprofundar a comunicação entre a Cúria Geral e as Conferências (e entre as próprias Conferências) e ajudar a preparar o próximo Capítulo Geral.

O Ministro Geral, em nome do seu Definitório, assegurou aos confrades presente no Conselho que o trabalho de reexaminar todos os relatórios das Conferências, bem como o material abundante e valioso que surgiu durante o CPO, começaria imediatamente após seu retorno para Roma. Tendo estudado toda a documentação, o Definitório Geral preparará um documento a partir do Conselho Plenário para toda a Ordem.

É muito provável que o Definitório Geral, com base nas deliberações do Conselho Plenário, propor várias iniciativas a nível de Ordem, como por exemplo, respostas à realidade da migração, os desafios apresentados pela Encíclica do Papa Francisco “Laudato Si”, evangelização e missão, etc. Isso vai ajudar a criar um sentido mais profundo de pertença a uma fraternidade mundial que é chamada a viver e agir como participantes na nossa casa comum. Uma fraternidade comprometida com a promoção do desenvolvimento humano e espiritual integral, de acordo com a tradição e carisma católico-franciscano. Cada um dos delegados deve ser um embaixador para da experiência do CPO e compartilhar os frutos deste nosso encontro fraterno com suas respectivas conferências e entidades.

“Devemos lembrar aos frades que estamos em uma jornada, que a itinerância não é apenas um meio para renovar nossas vidas, mas contém as próprias sementes desta mesma renovação”, disse o Ministro Geral Frei Michael Perry. “Sem movimento, seja interno (espiritual) ou externo (estrutural), não haverá conversão, é simples assim!”

Fonte:http://ofmsantoantonio.org/2018/06/26/ministro-geral-sem-movimento-espiritual-ou-estrutural-nao-havera-conversao/

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.