Espiritualidade › 04/06/2018

A MAIOR DE TODAS AS GRAÇAS, VER A DEUS FACE A FACE

Caríssimos, a lógica do pecado sempre afasta os homens de Deus. Porque pensar segundo a carne e não segundo o Espírito é bater de frente com o Senhor. A lógica do pecado nunca admite a verdade, porque quem a usa não busca a vontade de Deus, mas só a satisfação dos próprios desejos e de seus interesses. São Paulo, na sua carta aos Romanos nos mostra a verdadeira face dessa lógica: “Os que vivem segundo a carne gostam do que é carnal; os que vivem segundo o espírito apreciam as coisas que são do espírito. Ora, a aspiração da carne é a morte, enquanto a aspiração do espírito é a vida e a paz.”

De fato, todo coração que vive cheio de si mesmo não tem paz, porque não tem nele espaço para Deus. Na verdade, quem se comporta assim vive somente de aparências tentando manter o ” status quo”, isto é, o estado de alma que lhe apraz e não o estado de graça de que sua alma precisa. É triste a condição dos Escribas, dos Fariseus e dos mestres da lei, pois conhecem a verdade, mas por falta de lealdade e o simples fato de não a amar, dão continuidade à farsa em que vivem.

Caríssimos, estamos à caminho da eternidade, mas na verdade já a trazemos em nossas almas, porque a alma é eterna. O fato é que estamos definindo o que seremos e viveremos eternamente por meio do nosso modo de ser e estar neste mundo. Mas para isto Jesus nos deu o Seu Espírito com todos os valores eternos, para que façamos em tudo vontade do Pai como ele mesmo a fez. Fora dessa relação filial com Deus, os homens vivem como se Deus não existisse e como se tudo terminasse com a morte.

Com efeito, quando Jesus nos pergunta algo, é porque precisamos superar os obstáculos que nos impedem de encontrá-lo e permanecer Nele. Mas, para isso precisamos nos converter, porque somente mediante nossa conversão, seremos coerentes e viveremos plenamente tudo o que ele nos ensinou.

Os mestres da lei e os fariseus queriam que Jesus se submetesse aos seus critérios, para crerem nele, por isso o rejeitaram. Ora, mas Deus não cabe nos critérios dos homens; pelo contrário, nós é que precisamos obedecê-lo, pois somos obras de suas mãos. A obediência é um dom divino que nos foi dado, por ela vivemos segundo os critérios do Senhor, pois estes nos levam à santidade com a qual o veremos face a face.

Paz e Bem!

Frei Fernando Maria OFMConv.

Fonte: http://brasilfranciscano.blogspot.com/2018/06/a-maior-de-todas-as-gracas-ver-deus.html

 

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.